Março de 2009 por Will Lukazi

''Já fui Caminho, já fui Paisagem e hoje eu sou Destino ''

0026

quinta-feira, 30 de setembro de 2010.


Era uma vez uma Professora de Português.

Como todos os dias, ela adentrou na sala de aula e debochou mais uma vez de tudo que aquele menino que se sentava lá trás disse. O menino aprendeu que idéias e sentimentos eram mais seguros quando não saíam da boca, quando permaneciam em silêncio no pensamento dele. O tempo passou, a criança também passou, dando lugar a um garoto que não suportando o turbilhão de pensamentos que inundavam sua cabeça, resolveu manchar papéis. Descobriu na escrita um modo de libertar tudo que sentia, sem que fosse preciso emitir um único som, uma só palavra. Afinal havia aprendido que palavras ditas não eram um lugar seguro. Ainda hoje ele se expressa melhor escrevendo. A voz da Professora ainda ecoa em sua mente.

Anos mais tarde ele conheceu o Amor, este sim,seu maior Professor...

E começaram, enfim ,a chamá-lo de Poeta.



5 Comentários:

Paulo mendes disse...

neçe cazo o grande professor ñ foi o amor mas sim a professora de purtugues, tenha certeza disso.

grazielle azevedo disse...

ja axo ki u amor foi o grande professor a professora apenas descobriu o q ele ja era.

marcelo rocha disse...

traumas q moldam a vida,percebe?o adulto q somos é a criança q fomos.

belo texto,will

Dores Educação disse...

O pior disso tudo é que muitas vezes nos esquecemos de que somos nós os formadores de bons ou maus caracteres.
Marcio Campos
Professor de Língua Portuguesa

Will Lukazi disse...

Quem nos dera, Marcinho, que todos tivessem essa sua consciência lúcida frente a uma profissão tão nobre quanto a de ensinar, a de ser professor, a de formar seres humanos aptos a enfrentarem o Mundo. Bela observação a sua. Um abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Baixar Sertanejo - Templates Grátis