Março de 2009 por Will Lukazi

''Já fui Caminho, já fui Paisagem e hoje eu sou Destino ''

Este Blog é Membro da...

Post 159

terça-feira, 22 de novembro de 2011.



Talvez ele quisesse sair mais fortalecido com a última conversa que tivemos, talvez ele quisesse me dizer algo, talvez ele estivesse com aquele receio que antecede as premonições nunca bem-vindas__ dúvidas que carregarei comigo. O momento era caricato: tudo não passava de uma mera sombra do que havíamos sido. E embora ficamos felizes quando nos vimos, não houve aquela alegria de nossos saudosos tempos antigos, tão presente em outros reencontros. De certo, apenas que ainda éramos amigos... e muito e como e tanto!!!

A conversa foi breve, sem muito riso. Falávamos sobre coisas supérfluas, sem nos aprofundarmos em nenhum assunto específico. Depois que o instante passa, e só depois que ele passa, a gente tem essa mania de ficar analisando tudo, os detalhes mais mínimos, os gestos mais imperceptíveis e todos os miúdos. Hoje eu sei que, na verdade, estávamos era tristes, sem brilho, nos despedindo tímida e silenciosamente um do outro, mesmo que não tivéssemos plena consciência disso naquele minuto. Eu não tenho dúvida alguma quanto a isso__ estávamos, sem saber, já carregando conosco, em nosso corpo, o vírus da saudade que se seguiria.

Como sempre fazia, me acompanhou até ao portão, mas dessa vez, e só dessa vez, não me perguntou quando eu voltaria. Um abraço e um aperto de mão selou meu último encontro com meu grande amigo naquela rua chamada Rua Do Vaga-Lume.

Sessenta dias depois novamente eu o vi... apenas para me despedir__ ele havia partido para sempre. Me deixou uma estranha saudade que caminha comigo. Uma saudade que copia sua voz, veste suas mesmas roupas e ainda por cima também me chama de melhor amigo.


Homenagem ao meu Eterno Amigo ELIEZER ALMEIDA SILVA, a quem Deus deu asas em 28/10/2011.





29 Comentários:

Alessandra disse...

linda mensagem..ele deixou muitas saudades em nós a rua ja não é mas a mesma.

Marcinha disse...

Que isso will, fiquei aki mto emocionada....linda mensagem, com certeza amigos de verdade sao eternos e pode ter de onde ele esta, ele torce mto por vc.....mas aki vc merece viu!!!!
bjo

DÉIA disse...

uma homenagem mais do q merecida, will. me lembro quando fomos na casa dele e ele passou ser uma pessoa muito amiga e atenciosa. Sei mais do que ninguém o quanto vc tbm perdeu com a ida dele, mas devemos focar as coisas boas que ele deixou, como vc mesmo já me contou.beijo. com certeza o Eliezer está feliz com esta homenagem

wilda disse...

Um texto maravilhoso, emocionante. Descreveu com tamanha emoção que cheguei a mergulhar naquele momento que descreve nessa sua postagem.Me senti incomodando com a sensação de não poder fazer nada. A vida infelizmente tem esses momentos,mas tudo se encarregará de fazer tudo se acalmar.Onde estiver, seu amigo está feliz com vc por essas lindas ai. abçO

Will Lukazi disse...

Olá Alessandra! Tudo bem contigo?

Obrigado, minha amiga! Com certeza a rua não é a mesma e muitas outras coisas já não são. Agora é recolher os cacos, erguer a cabeça e encarar a situação de frente. Essa vida não nos permite chorar por muito tempo.

Eliezer já está fazendo muita falta...

Valeu pelo comentário!

Super Abraço, Alessandra!

Will Lukazi disse...

Olá Marcinha! Tudo bem contigo?

Pois é, Marcinha, e tudo aconteceu exatamente como contei no post. Ah, se a gente pudesse voltar no tempo...talvez eu não pudesse mudar o final da estória, mas então eu teria segurado por mais tempo na mão de meu amigo.

Valeu pelas palavras, Marcinha!

Super Beijo!

Will Lukazi disse...

Olá Déia! Tudo bem contigo?

Sim, ele merecia todas as homenagens. Vai deixar muitas saudades, pela pessoa que era...quem conhecia realmente o Lia sabe do que estou falando.
Como você falou, ao menos tivemos a oportunidade de visitá-lo e compartilhar alguns momentos com ele.

Sim, ele deixou muitas coisas boas.

Um Super Beijo!

Will Lukazi disse...

Olá Wilda! Tudo bem contigo?

Obrigado pelas palavras! Pelo fato de tudo ter acontecido do jeito que escrevi, eu creio, que trouxe uma tonalidade inegavelmente verídica e isso repassa para quem lê.

Só resta isso mesmo: aguardar e deixar a vida abaixar toda a poeira__será sempre assim.

Obrigado pelo comentário!

Super Abraço!

Ana Cleir disse...

Um escrito digno de um grande escritor.
Passou para nós leitores todas as nuances necessárias para que pudéssemos recriar o momento, a amizade e a perda. Uma leitura impecável e um estilo poderoso.

Will Lukazi disse...

Olá Ana! Tudo bem contigo?

Agradeço de coração pelas palavras elogiosas! Apenas me deixei levar pela experiência ( ruim) pela qual todos os amigos do Eliezer passaram.

Fico feliz que tenha conseguido repassar emoção aos que lêem o texto, pois foi emocionado que o fiz.

Obrigado mais uma vez e seja muito bem-vinda!

Super Abraço!

Anônimo disse...

Querido Will, uma homenagem digna de quem saber ser e ter um grande amigo. Fiquei emocionada...

"É tão estranho, os bons morrem jovens, assim parece ser quando me lembro de você que acabou indo embora cedo demais...
Vai com anjos! Vai em paz.Era assim todo dia de tarde. a descoberta da amizade. Até a próxima vez..."

Um abraço amigo e solidário.

R.

Will Lukazi disse...

Olá amiga R! Tudo bem contigo?

''...e me lembro de você dias assim: dias de chuva, dias de sol''.

Obrigado, minha amiga! Muito obrigado pelas palavras!

Um Super Abraço!

Anônimo disse...

Caríssmo amigo Will! Pemita-me, aqui, um audacioso empréstimo do Ilustre Machado de Assis:"Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar.
Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende".
Amigo a gente entende!"

_Sou testemunha ocular do afeto tamanho que Vossa Senhoria dispunha para com o nosso saudoso "Lia".
Sou testemunha ocular da dor da despedida. Naquele momento ela tinha cor, som e um brilho natural. Naquele momento ela virava estrela.

Só aguardava o momento do Post com sua homenage. Sabia que ela viria expressa em sua poeticas e sábias palavras. Parabéns!!!

Sinto que o nosso amigo Lia está bem. Ele está amparado pelo Criador do Universo. Ele está com Deus.

Abraço,
-Clessiano O. Martins-

Will Lukazi disse...

Olá amigo Clessiano! Tudo bem contigo?

Uma bela citação do Mestre Machado de Assis. Bom saber que vez ou outra você, meu amigo, pode nos trazer à tona valiosos retalhos como este.

Há muito tempo você é testemunha sim de minha amizade com o Lia, tínhamos aquela coisa de saber o que o outro falava sem precisar abrir a boca. Foram muitas as estórias, aventuras e desventuras até que vocês chegaram em nossa cidade: Reinaldo, você, Clécio, Xinaider, Friaça, Solymar, Dos Anjos, seu pai, sua mãe, sua irmã__enfim, tudo acabou se transformando em uma grande família que infelizmente foi se dividindo tempo afora. Das coisas mais importantes que já aconteceram comigo o Eliezer sempre estava participando...enfim foi uma perda irreparável.

Quanto ao post, realmente você estava certo ao dizer que ela viria, cara....rsrsr...aliás não tinha como eu não fazê-la...tava engasgada aqui.

Fico feliz que tenha esperado pelo post e agradeço quanto aos elogios sobre o texto. Só posso dizer que fiz de coração e estou muito feliz também pela repercursão que a postagem obteve frente ao público das Redes Sociais, ou seja, gente que nunca havia visto o Eliezer mandando mensagens dizendo que apesar de não o terem conhecido ao lerem o texto sentiram como se tivessem com um nó na garganta.

As suas palavras finais, amigo Clessiano, são irretocáveis e não ouso de forma alguma discordá-las.

Um dia eu encontro de novo aquele sujeito Linguarudo, sistemático,imprestável e AMIGO....rsrsr...muitas saudades.

Fique com Deus aí e muito obrigado pela visita ao Blog, bem como o comentário, meu camarada. Que bom que você gostou da homenagem.

Super Abraço!!

Jéssica. disse...

Muito linda a homenagem. É sempre triste perder pessoas queridas, nunca estamos preparados. Percebi que uma lágrima escorreu pelo meu rosto enquanto eu lia seu texto. Também sofri uma perda recentemente, de uma pessoa muito querida! Pois é, amigo... Saudades sentimos das coisas boas que eles nos deixaram. Que ele possa descansar em paz! Beijos, amigo!

Will Lukazi disse...

Olá Jéssica! Tudo bem contigo?

Obrigado, minha amiga! Esta homenagem estava entalada no meu esôfago e resolvi fazê-la. Simplesmente era meu melhor amigo e foi realmente muito doloroso, não só pra mim, mas para todos os que o conheciam.

Aqueles que assim como você e eu perderam pessoas que amam sabem bem o que é isso. As coisas boas, é como você bem falou, estas ficam em nossa memória.

Obrigado por estar aqui, Jéssica!

Um Super Beijo!

Van disse...

Will, querido e amado ! A vida tem dessas e qual não é a minha surpresa ao me deparar com seu post justamente quando também passo por um momento de perda em minha vida... Não é a perda irreparável da morte que nos afasta e nos encobre pelo seu véu da eternidade , mas é uma perda de mudança nos caminhos , dessas que a vida também sempre apronta porque , nem sempre podemos seguir ao lado daqueles que amamos , porque todos seguem seus caminhos , todos buscam seus sonhos e nessa jornada a vida , por vezes , nos separa.
A separação pela morte é factual e deve ser aceita , engolida , matada a duros golpes de saudade marcado pelo tempo.
Mas a separação pela vida é pior , porque a saudade é latente , é viva e é uma saudade que não consegue ser suprida porque os sonhos se desenham e se irrompem entrecortando nossos caminhos , o emaranhado do dia a dia faz com que perdemos o compasso e um simples : alô , como vai por telefone , ou mesmo SMS com a tecnologia atual , as vezes , é engolido pelos outros afazeres.
Mas o coração não apaga os laços , o coração não aparta os sentimentos , mas as dores , essas , são insuportáveis e insuperáveis , tal qual como a da separação através do véu da morte.
É a canção da vida , que não para nunca... E assim , seguimos aprendendo !
Saudades daqui !
TE AMO AMIGO ANJO ! GRANDE BEIJO !

www.meusescritoseoutraspalavras.blogspot.com

P.S : Só pra não perder o hábito de criar comments que são quase posts de tão gigantes...rsrsrsrs

Lindalva disse...

Olá querido Will LUZ e PAZ para teu amigo que fez a passagem e agora é uma estrelinha. Voltei as ondas amigo e hoje venho te convidar para as brincadeiras BLOGUEIRO OCULTO e o MAGIA DO NATAL que estou lançando no salão azul da Ilha, o convite e o link se encontram lá ♥ ♥ ♥ beijos no coração.

Van disse...

Oi Will

Perdas, perdas...a gente sempre sabe delas, o que não quer dizer que entendamos antes de ocorrer, sempre acontecem despedidas, sinais tão claros (só percebidos depois do fato).

Todas as perdas que vivi, houve uma despedida pouco antes, como você eu digo: Ah! se eu tivesse percebido o que percebo agora!

Sabe porque não percebemos? Porque não poderíamos aceitar, nos agarraríamos tão forte àquela mão, àquele abraço que ficaria difícil partirem sem nós. Ainda não estamos preparados para despedidas deste tipo, então elas ocorrem sutilmente, em um campo de percepção que ainda não alcançamos.

Algum dia, algum dia " a gente vai se encontrar".

Eu com os meus, você com os seus e com o Lia, que deve ter sorrido ao te ler lá de cima e apertado mais forte a sua mão.

Um beijo Will

Will Lukazi disse...

Olá Van( Meus escritos )! Tudo bem contigo?

Perdas são perdas, não é mesmo, minha amiga? Você está certa: pouco importa em quais as circunstâncias em que elas se deram. O fato é que as sentimos com toda nossa intensidade. Mas o tempo que, como dizia Renato Russo, é mercúrio cromo, vem e ameniza tudo.

Eu também estava com muita saudade sua...pode ter absoluta certeza disso. Como é bom ver teu coment por aqui!!!!

Seja sempre-sempre e sempre bem-vinda, rainha!

Um Super e Super e Super e Carinhoso Beijo, Vanessa Augusto de Siqueira ou ...anjo.

Will Lukazi disse...

Olá Lindalva! Tudo bem contigo?

Sim, e é uma estrela muito especial. Obrigado pela palavras.

Vou sim ao seu blog, mesmo porque estou devendo muitas visitas a ele....rsrs...

Vou, pois dentre outras coisas você é mestre em eventos e em conduzí-los....me lembro muito bem na entrega do Prêmio 4º Pena de Ouro, no qual minha poesia ganhou em 1º Lugar, graças aos Internautas...

Me aguarde lá!

Um Super Beijo!

Will Lukazi disse...

Olá Van( Retalhos )! Tudo bem contigo?

Você é demais, sabia garota! Eu também não tinha dado conta disso: para certas despedidas não estaríamos prontos. Poxa, você colocou um pouco mais de lógica ao turbilhão de pensamentos em minha cabeça. Sem dúvida se eu soubesse que aquele encontro era uma despedida eu não saberia como reagir, como fazer...meu Deus!

Sim, a música diz ''um dia a gente vai se encontrar''..

Como é bom ver as pessoas falando sobre ele, reconhecendo, mesmo sem tê-lo conhecido, de que ele existiu, viveu e fez história um dia. Como é bom ouvir você o chamando por LIA...

Sem dúvida foi Deus Quem te mandou aqui, Van... muito obrigado por ter aceitado o convite dele.

Um Grande, Super e Carinhoso Beijo!

Van disse...

Lidos e postados seus comments super tristes no Meus Escritos. O email contando da faculdade foi enviado também... Ah ! Tem fotos do Fanta lá no Face dessa semana , foi a despedida dele e fizemos uma festinha de confraternização. Minha cara não saiu das melhores na foto , mas isso é outra história. Quando vc me contar da sua tristeza eu conto da minha cara. Pode abrindo o Baú... Responde , tá ?! Grande Beijo !

Ei ! EU TÔ AQUI SEMPRE !

Beijuuuuuuuuuussss

www.meusescritoseoutraspalavras.blogspot.com

Will Lukazi disse...

Oi Van...

...Obrigado por tudo. Vou lá ler seu e-mail, grande amiga!!! Beijossss!!

Will Lukazi disse...

e lógico passar no face também....

Zélia Gadelha disse...

Oi Will! Só hoje resolvi comentar meu amigo, mas confesso que li no dia que vi no meu mural... Tem situações que é difícil saber o que dizer, apesar de eu conseguir me por em seu lugar, pois são sensações tão vividas e sentidas por mim. Lhe dá com a morte não é fácil, mesmo sabendo que é o nosso destino, a possibilidade do “ não-ser” aterroriza. Dessa vida o que sobra são as lembranças boas para os que ficam, e vejo que seu amigo foi privilegiado, visto que soube cultivar tão bela e profunda amizade. O que posso te dizer meu amigo é que só o tempo pra amenizar e cicatrizar as dores e que diante da possibilidade da morte, devemos nos permitir mais a vida.

Will Lukazi disse...

Olá Zélia! Tudo bem contigo?

Sem problema quanto ao tempo, amiga Zélia. Eu bem sei que as vezes enfrentamos situações que nos atrasam em vários aspectos ou que nos tira o ânimo ou simplesmente nos deixam momentaneamente em transe.

Acho que todos nós estamos acostumados quanto às perdas, mas como bem disse, as lembranças, as boas lembranças serão enquanto existirmos. Há de se esperar, sim, pelo tempo que tudo cicatriza, que tudo ameniza e nesse meio tempo seguir o teu sábio conselho: VIVER E SE PERMITIR MAIS A VIDA.

Obrigado pelas palavras e por estar aqui, minha amiga.

Super Beijo para você!

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Caro amigo

Hoje minha visita é para agradecer
o presente que é para mim
a sua amizade,
e também desejar
um maravilhoso Natal,
onde possas encontrar nestes dias
ainda mais inspiração
para a alegria de ser feliz,
e para o milagre de fazer
quem passa por tua vida feliz.

Que o teu olhar seja a mais perfeita
luz do Natal a enfeitar o mundo.

Will Lukazi disse...

Olá amigo Aluisio! Tudo bem contigo?

Sou eu quem tenho que agradecer por estar rodeado com pessoas assim como você. Agradeço de alma e coração pelos votos de felicidade e te desejo também um natal repleto de alegrias, surpresas agradáveis e que esteja junto às pessoas que te querem bem.

Um Super Abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Baixar Sertanejo - Templates Grátis