Março de 2009 por Will Lukazi

''Já fui Caminho, já fui Paisagem e hoje eu sou Destino ''

Post 145

quinta-feira, 4 de agosto de 2011.









                                                     

Falar de amor exigiria que aquele rapaz tivesse sido feito de um outro material e não daquele que o revestia. Nos últimos 15 anos ele ficou exposto a tipos corrosivos de sentimentos e deles recebeu consideráveis doses de radiação. É verdade que escapou de diversos tumores cancerígenos de espírito, embora de vez em quando células depressivas lhe emprestassem febres de 38º graus e temporadas inteiras de pessimismo, repletas de copos meio vazios e céus cinzas.
Tinha todo um cuidado especial em dias de Domingo__de modo algum poderiam ser dias felizes. Houve um tempo em que seus tropeços eram só em pedras, onde suas maiores dores vinham de seus tombos de bicicleta e os livros que lia começavam com um singelo‘’era uma vez’’. Houve esse tempo um dia, um tempo longe a beça.
O que ele queria mesmo era saber decifrar os seus códigos de tristeza e o porquê de se olhar tanto no espelho, olhos-nos-olhos, como se estivesse chamando a si mesmo para o combate num duelo. Era uma pessoa dada ao mistério. Inventava explicações sobre tudo para ele próprio, pois não suportava alguma coisa não fazer sentido. E estranhamente sentia uma espécie de prazer naquilo tudo, em todo aquele ambiente onde a alegria  vez ou outra era recebida, mas não era totalmente bem-vinda. 


E todo aquele mar de não-amar, de nostalgia e ostracismo que para muitos era loucura ou, no mínimo, doença herdada ou adquirida, para ele simplesmente se resumia numa única palavra: 'Livre-arbítrio'. Aquele mesmo que possibilitou a Adão devorar e se lambuzar com o proibido... e 930 anos depois morrer por causa disso.




11 Comentários:

Van disse...

Sempre temos a opção de amar ou não amar. Muitas vezes o não amar é mais cômodo , mais conveniente , machuque menos , evite o sofrimento. E se consegue ficar sem amar que vá em frente , coisa que já acho impossível pois só o amor me move , me encoraja , me reflete diante da vida , me enfeita e me destina... mas aos que não amam , louvo sua opção e que assim seja !

Já não era sem tempo , senhor Will Lukazi , amigo mais que querido , saudades deste espaço , saudades de você e dos teus escritos tão belos e contundentes... Me responda agora , pois só alguém do alto de vossa sapiência é capaz de me dizer : Quem inventou o amor ? e por quê ele existe ? (vou discorrer sobre isso lá no Meus Escritos)...
E meu conto encantado ? Finalizou ? Grande Beijoooooooo !

Will Lukazi disse...

Olá Van! Tudo bem contigo?

A opção entre amar ou não amar é para os calejados. Aos que encaram este sentimento pela primeira vez, sem exceção, se entregam.

rsrsr....Sei que já não somos os mesmo, né vanvan, mas o que importa mesmo é que a necessidade um do outro, minha amiga, ainda existe e isto faz com que nos encontremos sempre, mesmo que menos vezes agora.
Sapiência?!?!?! O que é isso?? Algum tipo de alergia a anfíbios??????? kkkkkkkkkkkkkkk...sua boba...Obrigado pelas consideração.
Olha, Van, acredito que Deus tenha criado o amor puro, genuíno e perfeito, afinal Ele é Amor. Acredito que Ele tenha criado e o Homem ao se tornar imperfeito trouxe também a imperfeição a este sentimento, misturando-o muitas vezes a diversos outros sentimentos que acabam o descaracterizando-o. Tal sentimento teria o propósito de harmonizar as relações humanas e cobrir as diferenças entre os milhões de seres humanos, bem como seria usado como trampolim para cumprimento da ordem Divina de ''Crescei-vos e multiplicai-vos''...Deus, acho, não queria que isto fosse feito sem amor.
Há vários tipos de amor, Van, e todos foram criados para nos trazer benefícios de alguma forma. Infelizmente algumas circunstâncias ou nossa triste imperfeição as vezes torna tão difícil as coisas.

Seu conto encantado? Vou parar de te enrolar tá bom...rsrsr....obrigado por ter vindo...

Super Beijo, Van....

DÉIA disse...

oi will, seu post deixa claro que a vida é feita de escolhas, não é mesmo? E que não temos como fugir delas. Parabéns pelo texto.
bj

Will Lukazi disse...

Olá Déia! Tudo bem contigo?

Costumo dizer que somos condenados a fazer escolhas durante a vida toda.
Isso é tão intrigante, pois às vezes, em alguns setores da nossa vida, aquilo que não escolhemos ou não tivemos como escolher nos torna mais reais do que nossas próprias opções.

Super Beijo!

Will Lukazi disse...

Olá Senhor Anônimo? Tudo bem contigo?

AMAR__esta é minha resposta!

''Todas as coisas me são lícitas, embora nem todas me convém''

Sabe, eu respeito frases prontas como esta, ainda mais vindo de onde ela veio.Porém do mesmo local de onde ela veio cansei de ver passagens em versículos e capítulos de que Deus nos quer felizes e amando. Talvez seria o caso de mesclarmos as diversas passagens para que, solitárias, não perdessem um pouco do brilho ou dessem margem a interpretações incompletas. Não me lembro por exemplo de nenhuma passagem que Deus diga ''SEJA INFELIZ, MEU FILHO'', entende?
O que eu creio mesmo é que SER FELIZ NOS CONVÊM E TAMBÉM NOS É LÍCITO SIM.

Sim, adormecer o amor e alimentá-lo de sonhos talvez seja o prenúncio de seu despertar...que virá mais forte do que nunca__eu bem sei disso.

Estar confuso, embora saber exatamente o que fazer...eu também sei disso. E sabe o que mais eu descobri? Que seja agindo ou se omitindo em relação as escolhas vamos sofrer consequências, cabe a nós escolhermos como queremos sofrê-las__agindo ou se omitindo?

Me diga: quando você volta no tempo rumo àquele Mundo bom e antigo, não te dá vontade de trazer tudo a tona novamente?

Suas lágrimas não rolam sozinhas, Senhor anônimo...suas lágrimas não rolam sozinhas....

Até........

Anônimo disse...

"È só amor, só amor que conhece o que é verdade. O amor é bom não quer o mal, não sente inveja ou se invaidece..."
Acredito no AMOR puro e perfeito que vem de Deus (o amor Àgape), esse mesmo como quando vindo do hoeme imperfeito , imperfeito também se tornou. Mas nem por isso menos bonito e desejado. Como cabeira o amor em total perfeição em nós . Por mais que desejamos e até o buscamos é algo quase ,mas nao diria impossível.
Então amar ou não amar? Não cabe a nós, mesmo tendo o livre arbítrio. Creio que o amor não dos da escolha.
E como não temos escolhas, escolho amar.
Mesmo que ainda não o conhecendo de uma maneria completa, mesmo que ainda só o conhecendo por mim, mesmo que ainda o conhecedo de uma maneira dolorida ... ainda escolho amar e amar sempre...
Porque amar nos faz sorrir sem motivo e olhar as estrelas...

um abraço amigo!!!

anônima _ R

Will Lukazi disse...

Olá !Boa tarde a todos!

Ainda hoje estarei respondendo todos os comentários , tá bom. Desde já agradeço a todos pela participação!

Grande abraço!

Will Lukazi

Agosto de 2011

C. disse...

Primeiro, quero dizer que seja frutífera a amizade no FB também, assim como no bloguito, Willzinho.

O comentário de resposta que deu à Déia - "às vezes, em alguns setores da nossa vida, aquilo que nao escolhemos ou nao tivemos como escolher, nos torna mais reais do que nossas próprias opcoes" - ressoou feito um batuque na minha cabeça! rs

Acho li as entrelinhas, é um tal de estar na realidade sendo o que nao fomos, muito mais do que o que somos. Sei lá, melhor nem pensar muito, afinal nao seremos nunca mais mesmo.

A estranheza que nos causa essas olhadas no espelho chamam pra combates medonhos né, acho por isso evito me olhar, apesar de gostar de devanear e escrever sobre coisas que se vê em frente ao espelho.

Amar é privilégio de poucos,
acho ansiei mais por isso do que por ser amada. E eu nao sei quem sofre mais.

Will Lukazi disse...

Olá Senhor Anônimo! Tudo bem contigo?

É verdade, vivemos as consequências de nossas escolhas. Não tem que se lamentar se tudo que tiver feito tenha sido feito com o coração.
O tempo passa e algumas coisas passam a não dependerem só de nossa vontade__assim como você falou. Algumas coisas pedem para vir a tona sempre, talvez nem mesmo a gente sabe se virão um dia ou por um momento ou pra sempre...talvez só mesmo o tempo...
Os Agostos vão se passando e quem sabe não tenha faltado coragem, mas faltado um pouco mais de experiência e um pouco menos de pânico e depressão diante do novo e indesejável mundo que talvez tenha surgido...mas tudo bem...

Há 07 anos tem um amor verdadeiro? Saberá que alguém também te ama com toda a força se quando o encontrares os olhos dele encherem de lágrimas e a voz custar sair.
Você está certo: o Tempo nada pode contra tudo que verdadeiro.

Um belo final de semana pra ti tbm...

Super Beijo!

Will Lukazi disse...

Olá amigo R. anônima! Tudo bem contigo?

''como não tenho escolhas, eu escolho amar''.
Que bela e profunda frase hein!!!!!
Que tal: '' o amor é bom, não quer o mal. Não sente inveja ou se envaidece...''

Particularmente, minha amiga, creio que você tenha feito a escolha certa....

Obrigado pela visita!

Super e carinhoso Beijo!!

Will Lukazi disse...

Olá Cris! Tudo bem contigo?

Um brinde a nossa amizade pela Rede afora!!!!! rsrsrsrsrsr...

Em solidariedade e união minha cabeça se une a tua nesse batuque, Cris.
Sim, essa coisa de ser porque não foi ou não ser porque acabou sendo é algo realmente misterioso e propício na formação de algum tipo ou indício de loucura.
Eu me via mais na frente do espelho há tempos remotos, hoje evito. Não sei bem quem voltaria de um duelo desses__eu ou meu reflexo.
O costuma escrever do que vê frente ao espelho, Crisinha?

Amar dói mais....talvez por isso o desejamos tanto!!!

Amei tuas pegadas aqui, Cris!!!

Super e carinhoso Beijo!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Baixar Sertanejo - Templates Grátis