Março de 2009 por Will Lukazi

''Já fui Caminho, já fui Paisagem e hoje eu sou Destino ''

Post 124

segunda-feira, 25 de abril de 2011.








À medida que o tempo passa, eu creio que o equilíbrio e a renovação inerente a todas as coisas já não me vêem com bons olhos. Ficam atentos a qualquer oportunidade para se fazer cumprir em mim a implacável lei da natureza, aquela mesma lei que diz que sementes jogadas ao solo têm que crescerem, darem frutos e já não serem nada mais além de terra e esterco ou, se eu tiver sorte, poeira cósmica. 

Eu sonho com fagulhas de fogo e grãos de areia se dissipando por um vento forte vindo de um norte indesejado e seco. Não preciso de cristais ou adeptos de adivinhações, eu sinto passear por sobre minha pele a sede da existência de uma geração nova. E eu acordo humilhado, ultrajado por me cobrarem, à plena luz do conhecimento alheio, a durabilidade de meu fôlego de vida há tempos companheiro e que prezo tanto desde datas remotas e sem controle. 

Eu posso sentir aquilo que chamam por DESTINO me observar criteriosamente, intencionando me vencer pelo cansaço ou pela tragédia. Mas não me desespero e não deixo este momento que me consome passar em branco. Me revigoro mergulhando fundo na minha mortalidade e na minha certeza de que sou finito o bastante para continuar permanecendo vivo. Aproveito um pouco dessa fagulha de holocausto em minhas engrenagens para olhar pela janela e ficar imaginando como foi minha vida__ eu e ela estamos quites, masoquistas e felizes pingando velas derretidas um no outro. Foram muitos os orgasmos.

Não sei de onde as pessoas concluiram isso de que sou forte ao extremo e tenho o poder do equilíbrio. Realmente a imagem ainda é o que comanda os olhos senão veriam a face que realmente me pertence e que não disfarço, a mesma face que vaga por entre poemas torrenciais, carências que gritam alto e um segredo desencadeado em ferida aberta no meu peito. 

Eu já nem sei pelo que sofro, tendo em vista que já nem sinto o que eu sentia e as cicatrizes já se fecharam ainda que tardia. Então concluo e entro num acordo mútuo comigo mesmo de que eu sou todas aquelas pessoas do plural e do singular que os verbos tanto me empurram dia após dia...eu-tu-ele-nós-vós-eles.

Devo ter a alma irregular, caminhando numa corda bamba de gerúndio. Espero pelo futuro para poder viver como se estivesse em plena década de 20 e poder brincar de ser para sempre__se é que me entendem. Alguém aí quer vir comigo ?



NÃO É NECESSÁRIO CLICAR NAS IMAGENS


19 Comentários:

C. disse...

Solidão querendo ser feliz? Bonito desabafo!

* Beijinhos Will, pra cima com a viga, como dizem os gaúchos!

Van disse...

Me recompodo depois de tamanhas palavras.

Parece até mesmo que vc esculpiu o que ia em mim... eu ditei e vc escreveu aí , em gênero , número e grau...interconexões de pensamentos. Estamos ficando afiados e perigosos nessa coisa de telepatia , meu amigo !

Fico feliz que tenha me revisitado e que tenha gostado das mudanças. Meu Universidade estava precisando mudar e "apagar" certas lembranças , agora até eu estranho aquele lugar que antes era tão comum... Mas prefiro que seja assim , novo e diferente , embora a essência ainda permaneça com muita dor e saudade.

Grande Beijo ! Sempre aqui , fielmente !

www.meusescritoseoutraspalavras.blogspot.com

www.universidadedesentidos.blogspot.com

нєllєи Cαяoliиє disse...

e se tiver espaço cabe mais uma?rss

Lindíssimo desabafo,me identifiquei horrores com ele!
Um Beijo,e uma ótima semana pra ti.

Yohana SanFer disse...

Mais um belo texto, boas estas reflexões de miras apontadas pro futuro! Belo post Will!

DÉIA disse...

nossa will, isto não é uma postagem, me parece mais uma profecia e daquelas pesadas e cheinha de sacrifícios ainda por cima. Eu também fico pensando sobre a ação do tempo sobre nós, nos roubando a vitalidade, a juventude, o ânimo e nos dotando de outras qualidades mais próprias às pessoas experientes. Grande sua sensibilidade ao falar sobre esta questão dessa maneira que retratou.
Um beijo grande pra vc

Will Lukazi disse...

Olá Cris! Tudo bem contigo?

Com certeza, Cris ! Apenas acho uma brincadeira de mal gosto essa de sairmos de cena depois de algum tempo; essa coisa de deixarmos a vida à medida que o tempo passa. Dizem que não vivemos todos os dias e sim que morremos aos poucos; um minuto a mais é um minuto a menos__ é isso que acho, digamos, chato.

Obrigado por estar aqui....


Super Beijo !

Will Lukazi disse...

Olá Van! Tudo bem contigo ?
Srsrsrs...não duvido disso que me fala, Van. Ultimamente estamos meio que interligados por um cordão umbilical-mental invisível...rsrsr...fato que, de certa forma, não me surpreende nem um pouco, tendo em vista a proximidade de nossas imensidões e intensidades ( eu acho).
Faça o que for necessário, Van! Quero vê-la feliz! Esta é minha exigência, tá bom.
Estarei sempre aqui, caso você precise...já sabe.
Super Beijo !

Will Lukazi disse...

Olá Hellen! Tudo bem contigo ?

Tem só mais uma vaga...rsrsr....essa máquina do tempo é louca.
Sim, Hellen, foi realmente um desabafo; uma espécie de grito em desfavor da mortalidade; essa coisa de que nos rouba nossa presença diante daqueles que mais gostamos e vice-versa.
Tudo vai passando, inclusive nós...o post é exatamente sobre isso...
Obrigado pelo comentário! Entre , aperte o cinto que o tempo nos espera...rsrs...

Super Beijo !

Will Lukazi disse...

Olá Yohana! Tudo bem contigo?

Fico feliz por ter gostado, minha amiguinha. Este é um post desabafo em desfavor de nossa mortalidade. Continuo ecoando meu grito...mesmo que em vão.
Obrigado por estar aqui....

Super Beijo !

Will Lukazi disse...

Olá Déia! Tudo bem contigo ?
Gostei da palavra que usou ‘’PROFECIA’’. Infelizmente é tudo como uma profecia mesmo. Nascer, crescer,morrer. E só temos poder de decisão num espaço de um para o outro, quanto ao resto não decidimos absolutamente nada. Isso é revoltante. Ganhamos a vida e a mesma nos é tirada mais dias ou menos dias.
Obrigado pelo comentário pertinente.
Super Beijo !

C. disse...

Poxa, que descrição você deu ao CaFoFo, nem eu soube! Obrigada Will! Eu que nao "brinco" com selos, nao tive como nao aceitá-lo, por ter sido ofertado por uma pessoinha especial como você tem se apresentado.

É com prazer que já o inclui entre os meus "mimos" na barra lateral, e indicarei aqui os 5 blogs (pena sao apenas 5, porque todos eu indicaria!) de bons escritos, nao desprezando nenhum outro, confesso foi difícil escolher...


1)"Bbeleando", blog da Bbel (minha leitora mais antiga):
http://bbeleando.blogspot.com/

2)"Jefh Cardoso", blog do Jefh (meu leitor mais recente):
http://jefhcardoso.blogspot.com/

3)"Outra Coisa é diferente" - blog da Maria (leitora assídua e querida):
http://ignotojardim.blogspot.com/

4)"Fie Cruz", blog do Felipe (leitor assíduo e querido):
http://fiecruz.blogspot.com/

5)"Menina do Sótao" blog da Lu (leitora assídua e querida):
http://meninanosotao.wordpress.com/

Abraço com as duas asas e bem apertado!

C. disse...

Will, faltou minha indicação número 6 para o blog:
"Amadeirado" da leitora querida Lena:
http://amadeirado.blogspot.com/


Beijos!

Will Lukazi disse...

Olá Cris! Tudo bem contigo?

Saiba que a descrição saiu naturalmente atraves daquilo que sinto e noto, como eu falei, usei um pouco de cada um dos sentidos ( inclusive e principalmente do 6º) para tentar me aproximar ao máximo da realidade. Fico extremamente agradecido, Cris, por você ter aceitado esta homenagem que foi do fundo do coração.

Os blogs que me indicou serão um por um cientificados que foram indicados por você para o BLOG DA SEMANA, que considero uma grande brincadeira que auxilia e de certa forma homenageia aqueles que se aventuram na Blogosfera.

Farei o possível para que a partir de amanhã a votação já esteja aberta.

Em se tratando de CRIS eu acatarei o teu pedido de inclusão da 6ª indicação, viu...rsrsr...

Super Beijo e um abraço bem apertado !

Lu disse...

Descobri o seu blog através da C. e cá estou eu desde a manhã com ele aberto e os textos contando-me sobre essas figuras que se espalham por aqui, ao meu redor.
Não o conheço, afinal, acabo de descobrí-lo, mas parece-me familiar, as palavras. Como se algo de seu já vivesse ao meu redor. rs
Vou vasculhar seus arredores e ver o que mais descubro. bacio

Thaise disse...

Como superar as vezes o insuperável? Esse texto se parece bastante comigo. Buscando... buscando, alguem sabe o que? Lindo texto Will. PS: ADOREI o arretada. um beijo!

Will Lukazi disse...

Olá Lu! Tudo bem contigo?

Ora, bom saber que temos uma amiga em comum. E que amiga, convenhamos !
Fico feliz que tenha se identificado tanto com os escritos por aqui.srsr..
Suas palavras me deixaram muito feliz.

Penso que talvez já tenhamos nos encontrado antes, minha amiga?
Eu vim de Marte e você ? srrs

Obrigado pelas linhas mágicas e com certeza numa oportunidade estarei te visitando em teu Blog. A julgar pelo que percebo deve ser um lugar maravilhoso.

Super Abraço !

Will Lukazi disse...

Olá Thaise! Tudo bem contigo ?

De andar pela vida peregrinando e vivendo para decifrar coisas em nossa volta. Talvez seja isso: buscamos o improvável, porém o que mais nos importa.

Obrigado pela presença!

Um super e arretado beijo pra você, Thaise !!!! rsr

AC disse...

Vim votar no blog da semana, acabei por ficar seguidor.

Abraço

Will Lukazi disse...

Olá AC! Tudo bem contigo?

Obrigado pela presença e fico muitissimo feliz pela sua escolha. Oportunamente estarei visitando-o também. Volte sempre...serás sempre bem vindo.

Grande ABraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Baixar Sertanejo - Templates Grátis