Março de 2009 por Will Lukazi

''Já fui Caminho, já fui Paisagem e hoje eu sou Destino ''

Este Blog é Membro da...

Post 153

sexta-feira, 23 de setembro de 2011.






Eu sei que ela leria um livro em qualquer lugar. Afinal ela sempre ouvia uma doce música vinda das páginas quando as abria. Um toque sublime e imaginário  de piano e nostalgia...delícia. Aliás nunca se soube ao certo quem abria quem ou o quê. Às vezes se tinha a nítida impressão de que os livros é que abriam Adélia e a viravam do avesso.
A-DÉ-LIA: que linda menina perfeitamente disfarçada de mulher!!! Parecia salva de tudo quando lia uma boa estória. Sua vida seguia. Letra por letra, fonemas por fonemas. Idéias e Mundos invisíveis só aos cegos por opção ou pela tristeza do analfabetismo. 

__Ei Adélia, desça dessa árvore, menina!
Não havia como descer. Adélia não descia. Ela lia um livro lá em cima. Respirava fundo quando algum trecho lhe lembrava coisas que vinham à tona de vez em quando.
__Adélia, os carros vão te atropelar! Pelo amor de Deus, Adélia!
Mas ela não tinha medo de morrer atropelada. Ela tinha medo de morrer sem poder ler um bom livro, um olhar..um conto de fadas.

Um dia num papel letras e mais letras se encarregaram de lhe dar uma notícia, a mais triste de sua vida. Um exame de saúde nada rotineiro deu positivo. E ela já sabia que aquilo era o fim de sua jornada humana. Se encheu de tristeza quando pensou nos livros que não mais leria, naqueles que estavam ainda sendo publicados e em todos os outros que já existiam. 

Um trecho de um livro foi lido em seu enterro__ o Livro Sagrado. Não, não chovia forte. Aquilo não era um filme. Adélia havia mesmo ido.
Adélia nunca quis ser uma estrela no céu. Bastava a ela ser página de livro.
Por que diabos, pessoas assim morrem__se perguntavam em silêncio os mais achegados e amigos. A resposta não viria.

Gustavo, namorado de Adélia, voltou mais tarde naquele jazigo. Retirou do bolso uma página de um livro lido por ela e jogou por sobre a terra que a cobria, que cobria Adélia. Era um epílogo e tinha esses dizeres que um dia foram sublinhados por ela:

''...já fui Caminho, já fui Paisagem e hoje sou Destino''. 

Gustavo chorou. Para ele não havia ninguém como Adélia no Mundo. 




24 Comentários:

Letícia Pessôa disse...

Lindo Will , adorei teu blog , desvendarei-o todo , vou ler com muito carinho todos os posts...bjusssssss

carmen silvia presotto disse...

Um abraço, bom chegar aqui para confirmar que o sonho da adélia é no unirVerso, em página, em livro, em canção..

Um abraço, bom estar aqui.

Carmen Silvia Presotto

welma disse...

Vc fez o post inspirado pela melodia da Adélia ou depois d fazer o post viu q a melodia caia bem? Ficou perfeito a historia com a melodia, fiquei emocionada, é simples, é nostálgico, é triste, é pacifico, é real...bjo meu irmão

Anônimo disse...

Querido amigo Will! Estou me sentindo lendo este post como "A menina que roubava livros."
Você é mesmo incrível.
Sei que muitas pessoas escolhem maneiras diferentes de "fugir" por horas desse mundo. Não existe forma melhor que adentrar por livro.
Confesso que ás vezes tenho um desejo incontrolável de adentrar e não voltar... Pode acreditar não é desespero...
Obrigada pelas palavras no post 152.
Parece que hoje vai chover...

Um abraço amigo!!!

R

Van disse...

Assim como Adélia quero ser : ler , ler , ler , me encantar , me surpreender até o dia em que chegar ao final da minha última página !

AMEI , Will queridoooooo ! Lindo , de arrancar suspiros. Suave , terno , triste e emocionante como só você sabe fazer !

Acho que atualizei tudo agora , né ? Te deixei em débito de novo...hehehe...brincadeira ! Saudades ! Grande Beijo !

Will Lukazi disse...

Olá Letícia Pessôa! Tudo bem contigo?

Obrigado e seja sempre bem-vinda Letícia! Estou feliz que tenha gostado....fique a vontade ao desvendá-lo...srsr...

Super Beijo!

Will Lukazi disse...

Olá Carmen! Tudo bem contigo?

Teu comentário é um verdadeiro poema, minha amiga. Jorrou poesia aqui. Obrigado por isso!

Eu também me identifiquei e muito com este post...Seja sempre bem-vinda!

Super Beijo!

Will Lukazi disse...

Olá minha irmã, Welma! Tudo bem contigo?

Quanto prazer, minha irmã, vê-la por aqui e comentando hein...rsrsrs...

Na verdade, minha irmã, a canção se chama 'FIRST LOVE' de uma cantora chamada ADELE. A ouvi e imediatamente imaginei a estória como você leu.
Às vezes também faço caminho inverso: faço um post sem ouvir nenhuma música e depois procuro uma canção que acho que combine.

Seja bem-vinda, irmã! Volte sempre.

Um Super Beijo!!!

Will Lukazi disse...

Olá amiga R! Tudo bem contigo?

Acho que todos temos um pouco de 'Adélia' dentro de nós. Sempre encontramos um livro ou outro subterfúgio para que a vida com o stress do dia a dia e algumas decepções se torne amplamente possível.

Obrigado pelo elogio. Incrível é você, amiga.

Super Abraço!

Will Lukazi disse...

Olá Van! Tudo bem contigo?

E quem disse que você não é 'Adélia', Van????? rsrsrsrsr

Muito obrigado pelas palavras, Van. Você e sua mania de me deixar lá em cima né,,,rsrsr...

Bem, quando eu fico devendo você bem sabe que pago tudinho né...rsrs...

Me aguarde!!!

Super Beijo!!

Angel disse...

Quem dera que, quando minhas asas deixarem de voar, alguém possa deixar junto do que restar de mim, palavras tão sentidas quanto essas!

Obrigado!

um anjo

Will Lukazi disse...

Olá Angel! Tudo bem contigo?

Estique estas asas, anjo, e voe e voe e voe...o horizonte é tua casa.
E quando chegar o teu, o nosso dia talvez, quem sabe, haverá palavras nos esperando...as mais bonitas.

Sua presença aqui é mágico, anjo!
Volte sempre e sempre...

Super Abraço!

Van disse...

Que lindo esse conto, Will

Terno e com a sua marca...criatividade

Beijos!

Ligia Barbosa disse...

Olá Will!
Obrigada por visitar minha página! Quanto tempo né?
Adorei o texto, principalmente a parte "Fui caminho, fui paisagem e hoje sou destino..."

Tirando a parte da morte, lembra muito uma amiga minha esse texto, do tipo que dispensa tudo por um livro! rs

Beijos e boa semana!

Van disse...

Espero que minha última página demore ainda muito a chegar...quero ler mais de um milhão delas até que chegue o dia e não parar de ler nem quando estiver do lado de lá...hehehehe

Will já te disse que você é o mega master da escrita blogosférica ? Isso nos escritos masculinos , porque nos femininos o troféu é da nossa amiga , Cris , que aliás me abandonou completamente dos posts e eu tenho sentido uma saudade imensa dela ! Ainda bem que hoje em dia temos o FB para matar essas saudades doloridas , não é mesmo ?

Grande Beijo deixando minhas saudades de você por aqui !

Will Lukazi disse...

Olá Lígia! Tudo bem contigo?

Havia já algum tempo que eu havia visitado seu blog. A falta de tempo tava me consumindo. Mal mal eu estava postando e nada mais...rrsr....

Obrigado pelo comentário. Essa frase do texto eu também gostei muito.

O nome dessa amiga sua por acaso começaria com L ? srrsr

Super Beijo, Princesa Lígia.

Will Lukazi disse...

Olá Van( Retalhosdoquesou)! Tudo bem contigo?

Obrigado, minha amiga pelo comentário e pelas palavras nele contido. Fico feliz que tenha gostado...Valeu por ter vindo.

Super Beijo....

Will Lukazi disse...

Olá Van(Meusescritos...)! Tudo bem contigo?

E esta última página, se Deus quiser, não chegará tão cedo, minha doce amiga....rsrs....creio que você tem pela frente Bibliotecas inteiras ainda para ler...rsrsrsr....se vire nos 30....rsrsrsr....

Eu, mega master da escrita blogosférica?!?!?!?! rrsrrsr...só uma pessoa com este espírito maravilhoso como o seu me diria uma coisa dessa. E peço licença para agradecer pela Cris também, outra maravilha de ser humano. Meu Deus, como tenho que agradecer por estar rodeado por pessoas assim!

Vamos 'Facebooquiar'???....rsrsr..venha, segure minha mão.

Super Beijo, amável Van!
Super Beijo....

Zélia Gadelha disse...

Oi Will! Tudo bem contigo? rsrs...
Com a vidinha corrida, ultimamente ando com dor na consciencia da pilha de livros aguardando leitura, sem falar nos blogs favoritos que não consigo visitar com a frequencia que gostaria... Mas enfim... Que lindo conto Will! Você se supera a cada nova inspiração! Bjusss

Will Lukazi disse...

Olá, amiga Zélia! Tudo bem contigo?sr (gostei da paródia...srsrsrsr)

Vida corrida mantêm a mente em pleno funcionamento, minha amiga...rsrsr...
Eu também sofro desse 'mal'..rsr...
De qualquer maneira obrigado por arrumar um tempinho e ter vindo até aqui nos presentear com tua presença e comentário.
Feliz aqui por você ter gostado do conto. Obrigado pelo elogio e vê se não vai se estafar hein...rsrsr...

Super Beijo!

Jéssica. disse...

Uma das histórias mais lindas que já li. Sério! "Por que pessoas assim tem que morrer?". Todos morrem. Pessoas assim também. Mas deveriam viver eternamente. E devem viver... nas páginas dos livros, nas palavras, nos fonemas, nos corações. Muito encantador, amigo Will.

Will Lukazi disse...

Olá notável Jéssica! Tudo bem contigo?

Estou aqui com um sorriso daqueles de orelha a orelha por você ter gostado.

'Por que pessoas assim tem que morrer'? É mesmo muito triste, principalmente porque a resposta não vem...e se vem pode ter certeza de que, pelo menos momentaneamente, não será satisfatória.

Pessoas assim viverão em nossos corações, notável Jéssica...pelo tempo que seja.

Obrigado por estar aqui! É sempre um grande prazer...

Super Beijo!

Denise disse...

Pessoas como Adélia são pessoas abençoadas. Os livros são os melhores amigos, q nos fazem sonhar, viver intensamente, delirar. Então, vida eterna aos amantes dos livros. Muita paz!

Will Lukazi disse...

Olá Denise! Tudo bem contigo?

Sim, eu também creio que Adélia era uma dessas pessoas abençoadas que fazem falta a este Mundo cada vez mais conturbado e com pessoas vazias de fantasias e esperanças.

Vida eterna aos que fazem da Vida um momento a ser lembrado pela eternidade afora. Paz e saúde, amiga!!

Obrigado pela participação e pela presença. Volte sempre.

Super Abraço!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Baixar Sertanejo - Templates Grátis